compartilhe>

“Escritórios do crime, cabeças paradas tramando delitos, familiares levando e trazendo informações. Tudo isso sob grades, no cárcere, onde se imagina que estejam trancafiados aos olhos do Estado...

Enquanto parece distante a fórmula para romper o elo das quadrilhas que comandam delitos mesmo com seus integrantes presos, há informações que o crime organizado sofreu reformulação. Pasmem: surgiram novos líderes para o comando da facção dentro do cárcere, segundo fontes policiais. Essas lideranças seguiram os passos dos antigos chefes, a maioria ainda em presídios federais — pelo menos 28 deles estão fora no rigor máximo existente no país — e resolveram atacar a segurança ao se sentirem ameaçados.”

 

#PolíciaPenal #ContraPEC287

FORTALEÇA A LUTA, FILIE-SE:

http://www.sifuspesp.org.br/index.php/filie-se

 

Leia na íntegra: http://dc.clicrbs.com.br/sc/vozes/noticia/2017/09/diogo-vargas-a-criminalidade-encarcerada-9892303.html

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar