compartilhe>

Por Flaviana Serafim

 

Atendendo a solicitações da categoria, o SIFUSPESP está organizando uma listagem de policiais penais e demais servidores penitenciários interessados em trabalhar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Aguaí, no interior paulista. Para se cadastrar, basta preencher o formulário abaixo ou acessível no link https://forms.gle/wm4AmXNrPw2eBDRXA 

O objetivo do sindicato é compartilhar o levantamento com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e cobrar posicionamento da SAP, pois há centenas de servidores e servidoras que querem ser transferidos para a unidade, mas seus interesses estão sendo vilipendiados com a proposta de cogestão do CDP defendida pelo governo estadual. 

O cadastro também será criado para Registro, Gália 1 e 2, as demais unidades que o governador João Doria (PSDB) pretende privatizar por meio de cogestão. 

“Queremos demonstrar ao governo estadual que há, sim, servidores querendo trabalhar nestas unidades, ao contrário de falácias que têm surgido afirmando que não há servidores interessados nestas transferências”, explica Fábio César Ferreira, o Fábio Jabá, presidente do SIFUSPESP. 

O sindicalista reforça ainda “que seguimos na luta contra qualquer que seja a forma de terceirização nos presídios porque é totalmente ilegal, tanto na Lei de Execuções Penais como agora, com a promulgação da Polícia Penal que não deixa dúvidas quanto à exclusividade do Estado nesse poder policial”. 

Oportunamente, após diálogo e posicionamento da SAP, o SIFUSPESP divulgará as informações no site, redes e mídias sociais do sindicato.