compartilhe>

Bauru

No sábado (10/11), no Centro de Detenção Provisória “ASP Francisco Carlos Caneschi” de Bauru, os Agentes de Segurança Penitenciária, através de imagem gerada pelo equipamento de escaner corporal e, após, questionada a visitante, está confirmou ter introduzido em seu corpo o entorpecente que era maconha, visando burlar a vigilância da Unidade Prisional. A visitante foi encaminhada a Central de Polícia Judiciária de Bauru para elaboração de Boletim de Ocorrência, sendo ratificado a prisão em flagrante.

Franca

No sábado (10/11), na Penitenciária de Franca, após submeter a companheira de sentenciado daquela unidade penal ao escaneamento corporal foi constatado uma imagem estranha, após ser questionada, a visitante negou a princípio que portava algo de irregular. Enquanto aguardava para ser encaminhada ao pronto socorro local para a realização de exames, a visitante mudou sua versão, relatando que havia algo introduzido em seu corpo; espontaneamente retirou de seu corpo um invólucro contendo substância branca, semelhante a cocaína. A visitante foi encaminhada ao Plantão Policial de Franca para elaboração de boletim de ocorrência e demais providências.

Taiúva

No sábado (10/11) no Centro de Detenção Provisória de Taiúva, ao passar pelo aparelho de scanner corporal, verificou-se imagem suspeita e ao ser questionada, a visitante por livre e espontânea vontade retirou de seu corpo um invólucro contendo substância análoga a "maconha"; a visitante foi conduzida a Autoridade Policial para providências necessárias.

Avaré

No sábado (10/11), na Penitenciária “Dr Paulo Luciano de Campos” de Avaré a equipe de segurança em análise as imagens emitidas pelo equipamento de escaner corporal notou certa alteração na região pélvica da visitante, sendo necessário acionar a Polícia Militar, que encaminhou a mesma ao Plantão Policial, e posteriormente ao Pronto Socorro Local. Após a realização do exame de Raio X, espontaneamente a visitante retirou de seu órgão genital um invólucro contendo substância que aparentava ser o entorpecente conhecido como “maconha”.

Pirajuí

No domingo (11/11), na Penitenciária “Luiz Gonzaga Vieira” de Pirajuí, após análise das imagens geradas pelo equipamento de escaner corporal constatou-se uma alteração na região pélvica da visitante e questionada espontaneamente confessou que portava ilícito e, ato continuo retirou de seu órgão genital um invólucro contendo o entorpecente conhecido vulgarmente como “Maconha”. A visitante foi conduzida a presença da Autoridade Policial para as providências cabíveis.

Reginópolis

No domingo (11/11), na Penitenciária “Tenente PM José Alfredo Cintra Borin” de Reginópolis, durante a revista dos materiais de higiene pessoal e gêneros alimentícios trazidos pela visitante constatou-se um volume incomum existente no interior da alça de tecido destinada ao transporte da referida sacola. Diante da suspeita, o Agente de Segurança responsável pela inspeção decidiu por averiguar, de maneira minuciosa, a referida alça, constatando que havia camuflada, entre a alça e a mochila, uma porção de, aproximadamente, 12 gramas de uma substância esverdeada, com odor e características análogos à “Maconha”. A visitante foi conduzida a presença da Autoridade Policial para as providências necessárias.

Avanhandava

O domingo (11/11) foi de bastante movimentação para agentes de segurança da Penitenciária “Valdic Junio Alves Primo” de Avanhandava, com duas ocorrências registradas, onde visitantes tentaram burlar a segurança para adentrar com drogas na unidade prisional.

Às 08h57, companheira de um sentenciado foi submetida ao scanner corporal, momento em que foi visualizada no monitor uma imagem suspeita, ao ser questionada a visitante negou portar ilícito; encaminhado ao Plantão Policial, o Delegado determinou que a mesma fosse encaminhado ao hospital, sendo submetida a exame de Raio X que confirmou a presença de objeto introduzido no reto da visitante, momento que a visitante correu para o banheiro retirou o objeto jogou no vaso sanitário e tentou dar descarga, sendo o objeto recuperado pelas Agentes que a acompanhavam; o invólucro foi encaminhado a autoridade Policial.

Já por volta de 12h, outra visitante também foi flagrada pelo scanner corporal. A imagem revelou que a presença de objeto roliço introduzido em seu corpo, ao ser questionada a visitante confirmou portar ilícito e retirou três invólucros contendo substância entorpecente conhecido como “maconha”. Ambos os casos foram encaminhados ao Plantão Policial para as providências decorrentes.

Iaras

No domingo (11/11), na Penitenciária “Orlando Brando Filinto” de Iaras, durante o procedimento de revista através do equipamento de Raio-X, ao qual são submetidos os pertences que são destinados aos presidiários logrou-se êxito ao encontrar na sacola que estava em poder de visitante 05 (cinco) tubos de pasta de dente contendo em seu interior o entorpecente conhecido vulgarmente como “maconha”. A visitante foi conduzida a presença da Autoridade Policial.

Marília

No domingo (11/11), na Penitenciária de Marília, durante o procedimento de entrada de visitantes ao passar pelo equipamento de inspeção corporal, scanner corporal, foi verificada uma imagem “anormal / suspeita” na região do tórax, momento em que a visitante foi questionada e ato contínuo assumiu que porta em seu top um invólucro e na presença de servidoras da unidade prisional, em local reservado retirou espontaneamente um invólucro contendo “pó branco semelhante a cocaína”. A visitante foi conduzida ao Plantão Policial para as providências decorrentes.

Ribeirão Preto

No domingo (11/11), por volta das 9h, na Penitenciária de Ribeirão Preto ao ser submetida a revista através do equipamento de scanner corporal, Agentes de Segurança Penitenciária visualizaram no monitor a presença de um objeto estranho no corpo da visitante, sendo encaminhada em seguida a uma sala reservada e, espontaneamente retirou seu top e camufladas na costura da vestimenta foram localizadas anotações e comprovantes bancários acima descritos. As providências administrativas foram adotadas para a suspensão da visitante.

 

Leia a matéria:

http://www.sap.sp.gov.br/noticias/pauta-12-11-18-1.html#top