compartilhe>

Comissão Consultiva Mista quer fazer chegar demanda das mazelas do atendimento público a cada deputado, exigindo ações

 

A diretoria do Sifuspesp esteve presente nesta quinta-feira (01/06) na Audiência Pública da Frente Parlamentar em Defesa do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público(Iamspe), que aconteceu na Assembleia Legislativa do estado de São Paulo(Alesp), no Auditório Paulo Kobayashi. A reunião reforçou o pedido de 2% da participação do Estado no custeio dos serviços de saúde, além de reafirmar a necessidade de uma atenção especial ao convênio, que é de extrema necessidade para o servidor público, mas que está sucateado.

Estiveram presentes na Audiência Pública os deputados estaduais Marcos Martins (PT), Ana do Carmo (PT) e da diretora estadual do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Idenilde Almeida Conceição. Também participaram membros de outros sindicatos.

“O Iamspe é um serviço essencial, principalmente para dos funcionários do Sistema Prisional, já que eles que apresentam índices altos de doenças provindas do estresse da dura rotina dessa profissão que é a segunda mais perigosa do mundo, segundo a Organização Internacional do Trabalho”, afirmou Fábio César Ferreira, presidente do Sifuspesp.

Ainda segundo Ferreira, o Sistema Prisional pede socorro no campo da saúde também, além de todas as outras deficiências: “Se nossa expectativa de vida é de cerca de 45 anos, há de se convir que os problemas de saúde que enfrentamos são inúmeros”

O Iamspe encontra-se em situação de carência em termos de número de unidades, leitos, fármacos e médicos para atendimentos, que não supre a demanda de servidores do Estado.  Ainda na Assembleia, foram deliberadas ações no dia 20 de junho, Dia Estadual de Luta pelos 2% e por um Conselho Deliberativo, Fiscal e Paritário para o Iamspe.

“Nosso serviço de saúde hoje é quase uma tragédia, já que não presta atendimento digno e deixa famílias em situação de sofrimento. A ação tirada para o 20 de junho é a de organizar atos em frente ao Centros de Atendimento Médico Ambulatorial(CEAMA) de cada região em busca das melhorias almejadas”, afirma Luiz da Silva Filho (Danone), diretor do Sifuspesp e membro da Comissão Consultiva Mista do Iamspe.

Entre as demais deliberações está a organização de várias frentes levando aos deputados as demandas do Iamspe, objetivando uma expansão da luta pela melhoria da Assistência Médica dos servidores do estado por parte desses parlamentares. Todas as deliberações foram descritas em ata.

“A participação da nossa categoria e dois demais sindicatos também é de fundamental importância. O Iamspe hoje é sustentado pelos servidores públicos do Estado de São Paulo. A luta é de todos nós. Precisamos participar e nos unir cada vez mais! Sindicalismo participativo pelos direitos dos trabalhadores”, concluiu o presidente do Sifuspesp, Fábio César Ferreira.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar