compartilhe>

por Giovanni Giocondo

O Grupo de Intervenção Rápida(GIR) precisou intervir em um raio da Penitenciária de Avanhandava, no interior paulista, após um princípio de tumulto registrado nesta sexta-feira (23).

De acordo com relatos de policiais penais que atuam na unidade, a ocorrência teve origem em uma indisciplina cometida por alguns detentos que se recusaram a retirar objetos que dificultavam a visibilidade para o procedimento de contagem.

Em razão do tumulto, os sentenciados envolvidos foram levados para o castigo, conforme procedimento de praxe, e isolados do convívio com os demais presos.

A Penitenciária de Avanhandava tem uma população de 1.112 presos, frente a uma capacidade total para somente 844.