compartilhe>

Cerqueira César

No domingo, 23 de setembro, no Centro de Detenção Provisória de Cerqueira César, ao passar companheira de detento pelo scanner corporal da unidade, agentes observaram um contraste diferente nas imagens. Repetiram a operação com a visitante voltado para o lado oposto do escaneamento e notaram um volume anormal na região da cintura. Indagaram a que se referia tal proporção e a visitante revelou que trazia introduzido no cós de sua calça uma certa quantia de maconha para entregar ao seu companheiro.

Álvaro de Carvalho

No sábado, (22/09), na Penitenciária "Valentim Alves da Silva" de Álvaro de Carvalho, agentes constataram imagem suspeita ao submeter visitante pelo aparelho de scanner corporal da unidade, na altura da região pélvica.

Ao ser questionada, ela manifestou desejo de ser encaminhada a unidade médica, local onde, após realização dos exames necessários, a suspeita foi confirmada com a constatação da existência de aproximadamente 135 gramas de maconha contida no interior de um invólucro introduzido na genitália.

Ribeirão Preto

Foram duas apreensões na Penitenciária de Ribeirão Preto no domingo, (23/09). Na primeira, a visitante, companheira de sentenciado da unidade, foi submetida ao scanner corporal, ocasião em que foi visualizada a presença de objetos estranhos na região da axila. Diante dos fatos a visitante foi encaminhada a uma sala reservada, e após questionamentos, na presença de agente feminina, retirou de seu top (usado em substituição ao sutiã) dois invólucros contendo maconha.

Mais tarde, outra companheira de outro sentenciado foi submetida ao scanner corporal, ocasião em que foi visualizada a presença de objetos estranhos em seu corpo, não sendo possível identificá-los. Diante dos fatos a visitante foi encaminhada a uma sala reservada. Após questionamentos, na presença de agente feminina, ela retirou dois invólucros, que abrigavam maconha.

  

Itatinga

No domingo, 23 de setembro, durante os procedimentos de revista de visitantes através do aparelho de scanner corporal, visitante, companheira de detento do Centro de Detenção Provisória de Itatinga, apresentou uma alteração na imagem. A agente que operava o aparelho solicitou à visitante, em local reservado, para que erguesse a camiseta para verificar se havia algum objeto oculto. Ela se recusou a mostrar, porém após muita insistência da funcionária, a visitante confessou que estava portando em seu top entorpecente do tipo maconha, que foi a primeira vez que tentou entrar com entorpecente na unidade, que não foi coagida a trazer o entorpecente e que a droga encontrada seria para ela mesma, pois é usuária de maconha. Após a confirmação (16, 78 gramas), o material foi aprendido e acionada a Polícia Militar que a encaminhou ao distrito policial para elaboração do flagrante.

 

Leia a Matéria:

http://www.sap.sp.gov.br/