compartilhe>

 

Situação de saúde do servidor ainda é delicada

O Agente de Segurança Penitenciária(ASP) Sérgio Ribeiro Alves, conhecido como Serginho, do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Praia Grande, como já divulgado pelo SIFUSPESP, enfrenta difícil situação de saúde após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Devido a utilização de bolsas de sangue em grande quantidade e da necessidade da continuidade do uso das mesmas, o ASP precisa de doações de sangue.

Internado no Hospital dos Servidor Público Estadual, embora apresente vagarosamente sinais de melhora, já que saiu da Unidade Tratamento Intensivo (UTI) nesta sexta-feira (02/02), ainda apresenta um quadro considerado grave com complicações e sequelas do AVC. Em virtude de uma pancreatite, passa por procedimento invasivo diariamente e ainda corre risco.

Segundo a ASP e coordenadora da regional da Baixada Santista, Mariuza Souza Marcelino, que acompanha junto à família o caso de Serginho, oferecendo apoio, o servidor ainda precisa receber bolsas de sangue, já possui uma tipagem sanguínea difícil de encontrar, a combinação tipo O, RH negativo (O -).

“Apesar disso, qualquer tipo sanguíneo conta como reposição. Nossos colegas,  funcionários da unidade prisional da baixada santista, sensibilizados com a situação de carência do trabalhador, reuniram-se para viajar até São Paulo a fim de fazer a doação de sangue, o que entretanto, não exclui a necessidade de outras doações”, afirma Mariuza.

É de extrema importância frisar que devido a necessidade do uso de grandes quantidades de sangue por parte do agente, o hospital exige reposição ao Banco de Sangue para que o mesmo seja reabastecido.

“As doações garantirão o tratamento e a vida de Serginho. O apelo é para que a categoria continue empenhada nas doações”, ela faz o apelo.

O  Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (SIFUSPESP), colocou à disposição dos companheiros da Baixada Santista que tiverem disponibilidade em ajudar, uma van que os levará até ao Hospital dos Servidores. Caso haja interesse, pedimos que procure nossa diretora Mariuza pelo fone 13 99124-6512.

O diretor de base Marcos Barbosa Moreno do CDP da Praia GRande também acompanha o caso em nome do SIFUSPESP, com informações da saúde do companheiro, assim como também prestando apoio aos familiares.

Como ajudar?

Para ajudar, basta se dirigir até o Hemocentro do Hospital do Servidor Público Estadual, de segunda a sábado, das 8h às 16h, e direcionar sua doação para Sérgio Ribeiro Alves, como beneficiado no momento da doação.

O endereço é rua Pedro de Toledo, 1855, Vila Clementino, zona sul de São Paulo.

Aos agentes penitenciários da baixada que quiserem ir até São Paulo fazer a doação, entrar em contato com Mariuza Souza Marcelino

Para doar é necessário:

- Ter entre 16 e 67 anos de idade,

- Pesar no mínimo 50 quilos,

- Estar em boas condições de saúde e bem alimentado (recomenda-se evitar comida gordurosa quatro horas antes e bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas).

- Menores de idade devem estar acompanhados de um responsável.